XX Congresso Regional
da Pastoral Familiar

REGIONAL SUL 3 | CNBB

Institucional

A Diocese do Rio Grande pertence ao Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e à Província Eclesiástica de Pelotas, juntamente com a Arquidiocese de Pelotas e Diocese de Bagé. Situa-se a sudeste do Estado do Rio Grande do Sul, tendo como limites o Oceano Atlântico, Uruguai, Arquidiocese de Pelotas/RS e a Diocese de Osório/RS.

Tem uma superfície geográfica de 12.001,1 km². População de 295.240 habitantes. São seis municípios: Rio Grande (1737), São José do Norte (1832), Santa Vitória do Palmar (1874), Mostardas (1963), Tavares (1982), Chuí (1995).

A Diocese do Rio Grande

A Diocese é composta por 16 paróquias, uma Rede de Comunidades, uma Quase Paróquia, duas Capelanias Militares, distribuídas em um território composto por seis cidades, com uma população de 295 mil habitantes, distribuídas pela faixa litoral do Rio Grande do Sul, desde o extremo sul até o norte da Lagoa dos Patos. A maior cidade é Rio Grande, com 213 mil habitantes e 12 paróquias. Tem uma população de origem bem diversificada, devido à condição de Porto de entrada do Estado, composta principalmente das etnias portuguesa e afro-brasileira, mas também com presença significativa de descendentes de alemães, italianos e poloneses.

Identidade Visual

Oração do Congresso

Catedral de São Pedro

Diocese do Rio Grande | RS

A Catedral de São Pedro

A Catedral de São Pedro é a sede da Diocese de Rio Grande, que é composta por 06 Municípios: Rio Grande, São José do Norte, Tavares, Mostardas, Santa Vitória do Palmar e Chuí, no Estado do Rio Grande do Sul. Templo de grande valor histórico e artístico, foi a primeira igreja erguida no estado, datando de 1755 o início das obras. Sua construção foi ordenada por Gomes Freire de Andrade, com projeto de José Fernandes Alpoim em estilo barroco tardio. Tem uma volumetria sólida que lhe dá monumentalidade, dissimulando suas proporções relativamente pequenas. Em 1756 já recebia o culto, ainda incompleta. A tradição diz que em 1763, com a invasão espanhola, foi saqueada, depredada e transformada em hospital, mas alguns autores, como Queiroz e Torres, afirmam que não sofreu danos e foi resgatada intacta pelos portugueses. Tem uma área construída de 484,50 m2, com 17m de largura por 28,5 m de comprimento. O espaço interno é dividido em uma nave e uma Capela-mor. A decoração externa é mínima, mas se destaca a emolduração da porta, em pedra trabalhada. O interior tem mais riqueza em altares entalhados e estatuária. Há nove altares, o principal dedicado a São Pedro. Mesmo assim, no geral tem decoração austera para os padrões barrocos, o que se explica pela modéstia da povoação em que foi erguida.

Não chamou a atenção especial de viajantes, que a citaram mas consideraram singela, enquanto John Luccock a descreveu como monótona, embora graciosa. Entre meados do século XIX e início do século XX várias vezes se cogitou sua demolição, reforma ou ampliação. Em 1937 sua demolição chegou a ser autorizada e esteve na iminência de ocorrer, mas o processo burocrático atrasou e em 1938 foi salva pelo tombamento em nível nacional pelo IPHAN, tendo sua importância afinal reconhecida. Em 1971 se tornou Catedral. Entre 1996 e 1997 passou por um restauro, e foi reparada novamente entre 2007 e 2008. Athos Damasceno disse que apesar de sua simplicidade, “injusto seria desdenhar os lavores de talha que ostenta em seus altares. E também de algumas estátuas entronizadas em seus nichos. E ainda de candelabros de bronze e lustres de cristal e quadros a óleo e exemplares de móveis antigos e tochas e brandões e lanternas processionais que lhe compõem o conjunto de alfaias e outros haveres”. Possui em seu acervo várias outras preciosidades, como manuscritos iluminados, paramentos sacros, cerâmicas, porcelanas e faianças, e peças doadas pelos imperadores Dom Pedro I e Dom Pedro II, que a visitaram duas vezes cada um.

 

Os Congressos Regionais da Pastoral Familiar são momentos privilegiados de formação, de partilha de experiência, de estudo e de encontro entre os agentes da Pastoral Familiar

"Família Fonte
de Vocações"

"Corações ardentes, pés a caminho“ (Lucas 24, 32-33)

Palestrantes Convidados

XX Congresso Regional da Pastoral Familiar Sul 3 | CNBB

EM BREVE!!

XX Congresso Regional da Pastoral Familiar Sul 3 | CNBB

Faltam apenas

Dias
Horas
Minutos
Secundos

Oficinas

Pré-matrimônio

girls, children, friends-462072.jpg

Adoção

home, house, family-5574909.jpg

Pós-matrimônio

Casos especiais

Paternidade responsável

Serviço à vida

family, outdoor, happy-1599826.jpg

Educação dos filhos

Formulário de Inscrição On-Line

01 a 03 de setembro de 2023

XX Congresso Regional da Pastoral Familiar Sul 3 | CNBB

Algumas questões práticas:

  • A inscrição será confirmada após o pagamento ser confirmado.
  • Para os que já realizaram suas inscrições e efetuaram o pagamento basta aguardar a data da realização do evento.

Confirmação da Inscrição e envio do RECIBO

Após a identificação do pagamento no gerenciador de inscrições o sistema enviará automaticamente para o e-mail do congressista (conforme cadastro) o ticket que é a confirmação da inscrição e o RECIBO conforme dados do pagador cadastrado no ato da inscrição.

Importante

No caso de impossibilidade de comparecimento no evento, o congressista que tiver sua inscrição confirmada (paga) poderá solicitar substituição de participante.

Inscrições limitadas

Inscrições limitadas a 300 participantes

Valor da Inscrição

Valor por adulto: R$ 250,00
Valor por criança: R$ 200,00

XX Congresso Regional da Pastoral Familiar Sul 3 | CNBB

Programação 2023

Sexta - feira

Dia 01 de setembro 2023

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Domingo

Dia 03 de setembro 2023

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Sábado

Dia 02 de setembro 2023

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

IMPORTANTE

  •  A organização poderá alterar a programação sem aviso prévio.

Apoio

Confira abaixo os nossos principais apoiadores do XX Congresso Regional da Pastoral Familiar Sul 3 | CNBB

Importante!

Translado

O translado até o centro de eventos e demais deslocamentos serão de responsabilidade do congressista.

Alimentação

O jantar da sexta-feira e sábado, o almoço do sábado e domingo e os coffee-breaks serão servidos no Centro de Eventos. O café da manhã será de responsabilidade do congressista.

Hospedagem

Será responsabilidade do congressista tomar as providências com hospedagem.

Nota

Lembramos que o Congresso termina com o almoço de domingo, portanto pedimos encarecidamente para que na medida do possível, se programem para sair do evento após o encerramento de toda a programação.

"Família Fonte de Vocações

"Corações ardentes, pés a caminho“ (Lucas 24, 32-33)

Contato e Local do Evento

CCMar - Centro de Convívio dos Meninos do Mar

Universidade Federal do Rio Grande

Rua Visconde de Paranaguá, 24

Rio Grande | Centro | CEP 96200-190 | RS

Fale Conosco

WhatsApp | 53.99713.4186

[email protected]

Horário do Evento

Início | 01.09.2023 | Sexta-feira | 19h

Encerramento | 03.09.2023 | Domingo | 12h30

Siga-nos

© 2023 Congresso Regional da Pastoral Familiar do Regional Sul 3 | CNBB
Código HTML: .